......

Prezados, nesta longa postagem iremos explicar tudo sobre o uso das Berghias no combate às aiptasias.Vamos por partes: primeiramente lembro que uma única Berghia dá conta somente de uma leve infestação (cerca de 20 aiptasias). Portanto, uma infestação de aproximadamente 80 aiptasias deve ser combatida com 4 berghias. 

 

No entanto, um par de Berghias, na maioria dos casos, pode erradicar uma população inteira de aiptasias. Isso porque esses organismos são hermafroditas simultâneos (isto significa que quaisquer dois indivíduos irão formar um par e desovar) e desovam um cordão de ovos que contém 100-300 embriões. Porém, a erradicação não será imediata - eles demorarão cerca de uma semana para desovar após serem introduzidos no aquário (tempo de aclimatação). Após a desova, o desenvolvimento embrionário do cordão de ovos dura 10-12 dias (dependendo da temperatura). Uma vez que a larva ou o juvenil eclode (os dois podem ocorrer), eles se alimentam de microscópicos pedaços do pé (base) da aiptasia. Até ele ser capaz de comer uma aiptasia inteira, demora cerca de duas semanas.

 

Portanto, a solução não virá em menos do que cerca de 45 dias se apenas duas Berghias forem adquiridas e a infestação for maior do que 40 aiptasias. Já no caso da compra de 4 ou mais berghias, certamente ocorrerá a erradicação pois o número de berghias jovens será bastante elevado.

 

Quando as aiptasias acabarem, eles lentamente morrem de fome. Eles não aceitam nenhum tipo de ração ou outro organismo como alimento. Com relação aos predadores: apenas camarões e Wrasses. O único momento de vulnerabilidade é na soltura - ressaltamos que o processo de soltura deve ser feito conforme as recomendações.

 

PS: veja os vídeos a seguir.